google-site-verification=I7r7M_H288DOn4Bnb6fVQ5dz6G7PML47HEazcl3QxPo

UM DIA DE DIETA

Atualizado: Jan 22



Joana acorda feliz, toma seu café da manhã saudável, coloca os lanchinhos na bolsa e sai para o trabalho. Chegando na rua descobre que o trânsito está pior que o de costume por algum acidente no caminho, chega no trabalho atrasada, mas tudo bem vai compensar o tempo na hora do almoço e tudo vai dar certo.

No meio da manhã seu colega a convida para um cafezinho para espairecer na copa, chegando lá só tem café com açúcar, Joana recusa e come o seu lanchinho, afinal ela preparou e conseguiu lembrar de levar para o trabalho. Na hora do almoço vai no restaurante a quilo da esquina que tem a lasanha que ela adora, mas agora pretende comer 3 colheres de arroz integral, meia concha de feijão, bastante salada verde e um pedaço de peito de frango grelhado e para beber ( de preferência nada, mas se não aguentar) pode ser uma garrafinha de água sem gás ( para não dilatar o estômago), e ela consegue. Nossa é um exemplo no escritório, todo mundo comenta como está firme na dieta, dizem que até já aparenta estar mais magra.

Durante a tarde começam os problemas no trabalho ( o chefe aparece de mau humor, o fornecedor não entregou o combinado, o preço aumentou sem explicação, precisa preparar uma apresentação para amanhã) e cai tudo no colo de Joana. Chegou a hora do lanche da tarde e passou e ela nem viu, mas pelo menos já esta quase na hora de ir para casa (até que enfim) e ela pensa que é melhor nem comer nada agora afinal vai chegar em casa e jantar logo, talvez isso seja uma oportudinade de economizar umas calorias para emagrecer mais rápido.


Na hora de sair Joana percebe que o trânsito da manhã só piorou e agora em vez de chegar em casa em 30 minutos talvez demore o dobro. Trânsito parado, pessoas mal educadas tentando passar a qualquer custo e ainda preocupada com a apresentação que não conseguiu terminar para amanhã. Todo o cansaço somado com a tristeza e frustração se somam e ela chega em casa morrendo de fome, mas não consegue nem imaginar comer salada ou legumes, Joana agora precisa de uma pizza com cerveja para aliviar toda a tensão do dia e matar a fome sem esquecer do chocolate para arrematar, afinal fez toda a dieta direitinho durante do dia e ela merece uma recompensa. A pizza logo chega, ela come e dorme feliz, mas amanhã começa tudo de novo.

Moral da história:

Isso não é fome falando isso é a frustração querendo ser compensada com o prazer alimentar. A mistura de gordura e carboidrato libera serotonina que causa a sensação de prazer em que estamos viciados, chega no fim do dia e tudo que podemos pensar é na alimentação prazerosa em grandes quantidades para nos livrarmos de todos os problemas, mas na verdade ele só se torna mais um . Portanto o jantar deve ser muito bem planejado (de preferência já deixar pronto ou semi-pronto) para quando chegarmos em casa cansados e desanimados conseguirmos manter a dieta saudável, com uma refeição prazerosa e saudável ( sim isso é bem possível), sem falar em tratar manter o nível de estresse baixo ( fazer uma atividade fisica ou conversar com amigos e familiares pode ajudar) para que nosso dia se torne mais leve e nós também.


34 visualizações

Dra Marta Badolato Endocrinologista (adulto e infantil) - CRM: 147315 

RQE nº 68739 ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA  RQE nº38016 CLÍNICA MÉDICA

Clínica Badolato - Av. Dr. Chucri Zaidan, 1550 - sala 1614

Chácara Santo Antonio, São Paulo - SP - CEP 04583-110

  • Yelp ícone social
  • YouTube
  • Facebook Basic Square